A importância do sono na saúde mental

A importãncia do sono na saúde mentalQual a relação entre sono e saúde mental?

As insónias são um problema comum em todo o mundo. De acordo com as estimativas, acredita-se que afecta aproximadamente 33% da população mundial. Mesmo as pessoas sem insónias crónicas costumam ter dificuldades com o sono. Por isso, é importante compreender o potencial impacto que a falta de sono pode ter, quer na saúde mental, quer no nosso bem-estar geral.

 Não é nenhum segredo que o sono desempenha um papel importante na boa saúde física e mental. A privação do sono pode deixá-lo irritado e exausto a curto prazo, mas também pode ter consequências graves para a saúde a longo prazo, trazendo uma série de consequências prejudiciais ​​à saúde, tais como doenças cardíacas, diabetes tipo 2, etc.

Ao mesmo tempo que algumas condições psiquiátricas podem trazer problemas no sono, por sua vez, as perturbações de sono também podem exacerbar os sintomas de muitas perturbações mentais, incluindo a depressão e a ansiedade.

Stress

Se já se debateu durante o dia por ter tido uma noite agitada, está familiarizado com os efeitos da privação de sono. As mudanças de humor, como o aumento da irritabilidade, por exemplo, podem tornar muito mais desafiantes os mais pequenos stresses do quotidiano, ao mesmo tempo que momentos de aborrecimento diários podem-se transformar em grandes fontes de frustração. Como se não bastasse, o sono insuficiente, por si próprio, pode ser uma fonte de stresse: quando sabe que precisa de ter uma boa noite de sono, o simples facto de pensar que não vai conseguir dormir ou adormecer facilmente pode levá-lo a sentir-se ansioso à noite.

Depressão

As insónias e outros problemas de sono podem ser um sintoma de depressão, mas, mais recentemente, estudos demonstram que a falta de sono faz parte da causa da depressão.

Uma análise de 21 estudos diferentes revelou que as pessoas que sofrem de insónias têm um risco duas vezes maior de desenvolver uma depressão em relação às que não têm problemas para dormir. A questão que se levanta, então, é se, ao melhorarmos a qualidade do sono podemos realmente diminuir as possibilidades de desenvolver uma depressão.

Por isso, começar por tratar as insónias é algo importante, pois melhora a saúde psicológica.

Num estudo com mais de 3.700 participantes, os investigadores debruçaram-se sobre o impacto da falta de sono nos sintomas de depressão, ansiedade e paranoia. Alguns dos participantes foram tratados com terapia cognitivo-comportamental (TCC) para as insónias, enquanto outros não receberam qualquer tratamento. Concluiu-se que que aqueles que receberam TCC também mostraram reduções significativas na depressão, ansiedade, paranoia e pesadelos, assim como uma melhoria geral no bem-estar.

Ansiedade

Como acontece com muitas outras condições psicológicas, a relação entre sono e ansiedade parece ir em ambas as direções. Pessoas com ansiedade tendem a ter mais dificuldades com o sono, mas a sua privação também pode contribuir para a ansiedade. Ou seja, pode tornar-se num ciclo que perpetua os problemas relacionados entre ambos.

Além disso, problemas de sono parecem ser um fator de risco para o desenvolvimento de perturbações de ansiedade. Um estudo revelou que problemas com o sono foram um preditor para a perturbação de ansiedade generalizada em crianças e adolescentes entre as idades de 9 e 16 anos. Aqueles que se debatem com problemas de sono podem ter maior probabilidade de desenvolver uma perturbação de ansiedade, especialmente se forem prolongados e não tratados.

No entanto, pessoas saudáveis ​​podem sentir efeitos negativos na saúde mental devido ao sono insuficiente. Por exemplo, um estudo revelou que a privação aguda de sono conduz a um aumento nos níveis de ansiedade e angústia em adultos saudáveis. Assim, embora possa não considerar ser uma pessoa ansiosa, o sono insatisfatório pode deixá-lo agitado e perturbado.

Procurar ajuda

A boa notícia é que, como os problemas do sono são, geralmente, considerados fatores de risco, perceber como melhorar a sua qualidade e a quantidade pode ser útil no alívio de sintomas. Contudo, não significa que dormir seja uma cura ou uma solução rápida, mas dormir melhor pode ser uma parte importante num plano de tratamento abrangente. Em termos práticos, se melhorar o sono pode melhorar a saúde mental, as intervenções destinadas a ajudar as pessoas a dormir podem ser uma ferramenta útil durante o tratamento psicológico.

As abordagens preliminares, geralmente, concentram-se nas mudanças de estilo de vida que podem ajudá-lo a ter uma noite de sono melhor. Evitar algumas substâncias que podem interromper o sono (como cafeína, nicotina e álcool) e praticar bons hábitos de sono são exemplos de algumas destas mudanças.

Algumas coisas que pode fazer:

A importância do sono na saúde mentalLimite o tempo das sestas: Muito sono durante o dia pode afetar a sua capacidade de adormecer ou de dormir à noite. Sestas de 20 a 30 minutos por dia podem ajudá-lo a sentir-se mais descansado, sem interromper o seu sono noturno.

Estabeleça uma rotina noturna: Mantenha um conjunto de hábitos que o ajudem a preparar-se para o descanso todas as noites. Tome um banho, leia um livro ou pratique alguns minutos de meditação para acalmar o seu corpo. Repita estas rotinas todas as noites para ajudar a criar o clima para uma noite de sono sólida.

Evite cafeína ou estimulantes muito perto da hora de dormir: Consumir café, refrigerantes ou outros produtos com cafeína no final da tarde ou à noite pode dificultar a hora de adormecer.

Desligue os dispositivos: Ver televisão ou ver vídeos, jogar no telemóvel antes de dormir pode tornar mais difícil relaxar e sentir-se mais tranquilo. Tente definir limites para quando parar de utilizar estes dispositivos antes de dormir.

Se identifica em si alguma perturbação no sono, fale com um profissional de saúde mental. Depressão, ansiedade e outras perturbações mentais podem interferir no sono, no entanto, lidar com este problema também pode ter um impacto positivo nos sintomas.

Os efeitos negativos da privação de sono estão bem documentados, incluindo o profundo impacto na saúde mental e no bem-estar emocional. O sono insatisfatório pode muitas vezes ser um sintoma ou consequência de uma condição psicológica existente, mas os problemas de sono também podem causar ou contribuir para o aparecimento de diferentes perturbações mentais.

Por este motivo, tratar os problemas de sono desde o início é importante para ajudar a proteger sua saúde e bem-estar geral.

Fontes:

Scott AJ, Webb TL, Rowse G. Does improving sleep lead to better mental health?. A protocol for a meta-analytic review of randomised controlled trials. BMJ Open. 2017;7(9):e016873. doi:10.1136/bmjopen-2017-016873

Baglioni C, Battagliese G, Feige B, et al. Insomnia as a predictor of depression: a meta-analytic evaluation of longitudinal epidemiological studiesJ Affect Disord. 2011;135(1-3):10-9. doi:10.1016/j.jad.2011.01.011

Shanahan L, Copeland WE, Angold A, Bondy CL, Costello EJ. Sleep problems predict and are predicted by generalized anxiety/depression and oppositional defiant disorderJ Am Acad Child Adolesc Psychiatry. 2014;53(5):550–558. doi:10.1016/j.jaac.2013.12.029

Babson KA, Trainor CD, Feldner MT, Blumenthal H. A test of the effects of acute sleep deprivation on general and specific self-reported anxiety and depressive symptoms: an experimental extensionJ Behav Ther Exp Psychiatry. 2010;41(3):297–303. doi:10.1016/j.jbtep.2010.02.008

Ho FY, Chung KF, Yeung WF, et al. Self-help cognitive-behavioral therapy for insomnia: a meta-analysis of randomized controlled trialsSleep Med Rev. 2015;19:17-28. doi:10.1016/j.smrv.2014.06.010

Qual foi o interesse que este artigo teve para si?

0
0,0 rating
0 em 5 estrelas (total de 0 avaliações)
Excellent0%
Very good0%
Average0%
Poor0%
Terrible0%

There are no reviews yet. Be the first one to write one.

Cristiana Pereira
Cristiana PereiraPsicóloga Clínica
Load More Posts
Newsletter 3

A NOSSA NEWSLETTER

PODE MUDAR-LHE A VIDA

  • Recheada de informações úteis da Psicologia para MELHORAR A SUA VIDA

  • É GRATUITA

  • GANHA logo um curso de RESPIRAÇÃO CALMANTE

  • Só lê se quiser

  • De PRESENTE, também recebe um GUIA para o conforto do SISTEMA NERVOSO

  • Desiste quando quiser (mas nós ficamos tristes…)

  • Fica a saber mais de Psicologia do que o seu vizinho

  • Ninguém sabe que a recebe

  • Não se arrisca a perder os nossos PRESENTES e PROMOÇÕES exclusivos

  • Sabe tudo primeiro do que os outros

Go to Top