Francisco Mano2022-07-28T11:01:03+01:00

Francisco Mano

Francisco Mano
Francisco ManoPsicólogo Clinico
Lisboa • Crianças e Adolescentes
Cédula OPP 130767
(ano profissional júnior)

O meu fascínio pela psicologia começou pela curiosidade em entender o que está por detrás das ações de cada um de nós e o que nos faz ser quem somos. Esta mera curiosidade transformou-se, posteriormente, numa paixão por ajudar as pessoas a desenvolver mudanças positivas na sua vida. Acredito plenamente que o autoconhecimento é a chave para uma melhor relação connosco próprios, com os outros e com o mundo à nossa volta..

Realizei a minha formação académica na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa, onde concluí o Mestrado Integrado na área de Psicologia Clínica e da Saúde, na vertente Cognitivo-Comportamental e Integrativa.

No meu estágio curricular fui integrado na Unidade de Saúde Mental de Oeiras, enquanto membro da equipa do Dafundo, pertencente ao Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental. Nesta primeira experiência, trabalhei essencialmente com a população adulta e idosa realizando avaliações neuropsicológicas e acompanhamentos clínicos individuais. Estive também presente em reuniões de serviço de psiquiatria e reuniões de equipa no Hospital Egas Moniz, que me permitiram articulação com diversas áreas e profissionais da saúde mental.

O meu primeiro desafio profissional apareceu com a participação na 8ª edição do Programa Escolhas para o qual co-criei o projeto Este País É Para Cigan@s E8G. Este projeto permitiu-me trabalhar de perto com crianças de diversas idades, criando atividades diárias com o objetivo de promover o seu sucesso escolar e o seu desenvolvimento cognitivo, emocional e social.

Marcação de consulta

Os meus artigos

O que é que queres ser quando fores grande? E o que podes ser?

A pergunta “O que queres ser quando fores grande?” certamente já foi feita e respondida por quase todos nós, em alguma situação na nossa vida. A maior parte das crianças irá responder a esta pergunta com algo [...]

Olha mais para o que sinto e menos para as minhas notas escolares

Desde o primeiro momento em que uma criança entra no sistema de ensino em Portugal, é-lhe atribuída de imediato uma letra, uma palavra ou um número para avaliar o quão competente é na escola. O resultado disso [...]

Go to Top