O nervo vago é seu amigo!

Regulação Emocional e o Nervo Vago:

 

O nervo vago é seu amigoRegulação emocional é um termo geralmente usado para descrever a capacidade de gerir e responder de forma eficaz a uma experiência emocional. O importante ou desejável não é anular os sentimentos negativos ou deixar de ter sentimentos de todo, mas poder regulá-los, de forma saudável e ter uma variedade de estratégias a aplicar em diferentes situações. É importante permitirmo-nos aceder às nossas emoções, entrarmos em contacto com elas, para as podermos integrá-las na nossa visão de nós próprios e reconhecer que fazem parte de nós.

Quando algo stressante acontece, a amígdala, uma pequena parte do nosso cérebro é activada e surge o sistema simpático “Fuga ou Luta”. Se dá por si a levantar a voz ou a dizer algo de forma irritada, quando está stressado e tem dificuldade em exercitar a contenção, está face a face com os desafios da regulação emocional. Quando conseguimos um espaço e tempo de manobra, temos acesso a outras partes do cérebro, que nos podem dar acesso a uma nova perspectiva. Experienciar uma emoção não implica necessariamente agir, e mesmo expressá-la não tem de ser feito de uma forma dura e inapropriada.

E o que tem o Nervo Vago a ver com regulação emocional?

 

O Nervo Vago é o nervo mais longo do corpo, origina no cérebro, percorre o pescoço, o sistema digestivo, fígado, baço, pâncreas, coração e pulmões. Isto significa que o nervo vago é responsável por tarefas tão variadas como a frequência cardíaca, o funcionamento gastrointestinal, vasodilatação,  motilidade e inflamação e alguns movimentos musculares na boca, incluindo a fala. Aliás Vago vem do latim vagare, que significa vaguear, já que este nervo tem muitas ramificações e “vagueia” no corpo humano.

O Vago desempenha um papel crucial na transição do sistema nervoso simpático (que se ativa para enfrentar momentos stressantes, perigosos e difíceis) ao sistema nervoso parassimpático (o que nos permite relaxar e recuperar). Um tónus vagal elevado será o que nos ajuda a relaxar rapidamente após um evento stressante, regular mais eficazmente o batimento cardíaco e o nível de glicose no sangue, a interagir adequadamente com o sistema imunológico e reduzir a inflamação, e está relacionado com altos níveis de bem-estar, conectividade e disponibilidade social.

Como poderemos estimular e treinar a regulação emocional e o nervo vago?

 

Respire: Respiração diafragmática, lenta, rítmica, com uma quantidade aproximadamente igual de tempo de inspiração e expiração, estimula e tonifica o nervo vago. Através de prática (cerca de 3-4 minutos, duas ou três vezes por dia), este tipo de respiração pode ser realizado antes ou durante um evento stressante, de forma a ajustar a resposta vagal.

 

Reconhecer e compreender as Emoções: Uma das ferramentas mais poderosas na regulação emocional é simplesmente identificar e nomear a emoção que está a sentir. Escrever um diário ou registar pode ser uma forma poderosa de compreender as suas emoções.

Cuide do Corpo: refeições saudáveis, exercício físico regular e tempo de sono suficiente são alguns dos aspectos essencias. Não tomamos as melhores decisões quando estamos doentes, cansados ​​ou com fome, gerir estas variáveis, tornará mais fácil a gestão emocional. Para além disto, o nervo vago medeia a relação entre o sistema digestivo e o nosso sistema imunológico.

Lave a cara com água fria: sim, leu bem! Os estudos mostram que quando o corpo se ajusta ao frio, o sistema de “luta ou fuga” (simpático) diminui e o sistema de repouso e digestão (parassimpático) aumenta – e isso é mediado pelo nervo vago. Qualquer tipo de exposição ao frio aguda, incluindo a ingestão de água gelada, aumentará a ativação do nervo vago.

Prática de Meditação e Mindfulness: ajuda a tornar-nos mais conscientes de nossos padrões de pensamento e emoções e como afetam as nossas reações, de uma forma não-crítica.

Emoções Positivas: realize uma atividade pequena e positiva todos os dias, concentrando-se nas partes boas. Aliás, sabia que falar, rir e cantar estimulam o nervo vago? Como o nervo está conectado às cortas vocais e estas actividades aumentam a variabilidade da frequência cardíaca, terão um efeito directo na estimulação do nervo vago. Divirta-se!

Relacionamentos, Relacionamentos, Relacionamentos: Família e Amigos são sistemas importantes de suporte. Uma boa conversa fá-lo sentir mais tranquilo, mais compreendido e pode partilhar dificuldades e criar estratégias. E não se esqueça da experienciação de Emoções positivas (ponto anterior) em relação.

Qual foi o interesse que este artigo teve para si?

4.5
4,5 rating
4.5 em 5 estrelas (total de 4 avaliações)
Excelente!50%
Muito bom50%
Assim, assim0%
Fraco0%
Péssimo0%
12/05/2019

Achei muito bom.

Anónimo
05/05/2019

Gostei muito do texto. Foi bem explicativo e ajudou-me a entender melhor sobre o tema abordado. Estou até compartilhando no Facebook para que outras pessoas também sejam informadas sobre o assunto. Agradeço a vocês pela aula recebida. Parabéns! Continuem sempre publicando assuntos tão interessantes como esse que, para .um, são muito importantes e úteis também. Ajudam muito.

Edison Eduardo Paula de Oliveira
05/05/2019

Bom Dia
O artigo foi muito útil.
Obrigada,
Mariana

Mariana Pieroni
05/05/2019

Muito interessante. Gostei muito de saber sobre a importância do Nervo Vago. Parabéns pelo artigo.

Paulo César Faria
Ana Rosa
Ana RosaPsicóloga Clínica
Mostrar mais Artigos
Newsletter 3

A NOSSA NEWSLETTER

PODE MUDAR-LHE A VIDA

  • Recheada de informações úteis da Psicologia para MELHORAR A SUA VIDA

  • É GRATUITA

  • GANHA logo um curso de RESPIRAÇÃO CALMANTE

  • Só lê se quiser

  • De PRESENTE, também recebe um GUIA para o conforto do SISTEMA NERVOSO

  • Desiste quando quiser (mas nós ficamos tristes…)

  • Fica a saber mais de Psicologia do que o seu vizinho

  • Ninguém sabe que a recebe

  • Não se arrisca a perder os nossos PRESENTES e PROMOÇÕES exclusivos

  • Sabe tudo primeiro do que os outros

2019-05-05T09:48:09+00:00Maio 5th, 2019|Ana Rosa, Cérebro, Corpo, Emoções|
Translate »