O som que gera mais saúde

O som que gera mais saúdeAs taças tibetanas ou taças de som são originárias da Ásia, a sua existência remonta a 4.000 AC e têm sido usadas por monges tibetanos ao longo de vários séculos para fins de harmonização e meditação.

Atualmente estas são objeto de estudos científicos por serem reconhecidas como um valioso recurso terapêutico na prevenção e cura de diversos sintomas e doenças.

As taças usadas na massagem vibracional são feitas à mão no Nepal e na Índia e, durante o processo de fabrico, os monges entoam orações. Algumas das Taças especiais, como as do Sound Healer Rui Louro, são fundidas no decorrer da Lua Cheia.

Os seus efeitos terapêuticos, já comprovados cientificamente, advêm da vibração emitida pelo ar que ressoa em profundidade nas nossas células.

Ora aqui está a enorme diferença entre ouvir um concerto de taças tibetanas via Spotify na sua casa (relaxamento)  ou deslocar-se à Oficina de Psicologia para ouvir e receber a vibração facilitada com um propósito terapêutico (massagem vibracional com efeitos terapêuticos para o Sistema Nervoso Central).
Segundo o Dr. Mitchell Gaynor, diretor da unidade de Oncologia Médica e Medicina Integrativa, Cornell Cancer Prevention Center, em Nova York, “Se aceitarmos que o som é uma vibração e sabemos que a vibração toca cada parte do nosso ser físico, então entendemos que o som é ouvido não só através dos nossos ouvidos, mas através de cada célula dos nossos corpos. Um dos motivos que o som cura a  um nível físico é porque ele vibra e transforma-nos profundamente nos planos emocional e físico. O som pode corrigir os desequilíbrios em todos os níveis de funcionamento fisiológico e pode desempenhar um papel positivo no tratamento de praticamente qualquer transtorno médico “.

Inclusivamente, existem centros de prevenção do cancro que utilizam o som como parte integrante dos seus programas de recuperação (a Duke University, a Universidade da Carolina do Norte), pois o som das taças tibetanas atuam no corpo como analgésico, inibindo a dor e ativam o relaxamento profundo.

A massagem vibracional afeta o sistema nervoso central e o processo de harmonização é iniciado através da formação de frequências de ondas cerebrais que sincronizam com a ressonância das taças, diminuindo as tensões e a dor emocional, aumentando a consciência corporal, aliviando estados de ansiedade, stress, depressão, tristeza, insónia (os pensamentos recorrentes são atenuados).

Um estudo realizado durante 35 anos pelo médico Herbert Benson, do Instituto Mind Body de Harvard, diz-nos que qualquer doença é causada ou agravada pelo stress e por isso torna-se vital existir uma resposta de relaxamento eficaz como coadjuvante dos tratamentos convencionais.

Esta resposta de relaxamento varia de pessoa para pessoa, há quem receba uma prática desta natureza e duas horas depois já se sente tenso e em outros casos os benefícios estendem-se por mais semanas. O que se sabe é que a repetição da prática ao longo do tempo permite que o organismo se liberte da toxicidade e pouco a pouco retorne a um estado mais saudável.

Se quando estamos tensos fisicamente procuramos receber uma massagem corporal por um massagista, se quando estamos bloqueados emocionalmente procuramos um psicoterapeuta, porque não aliarmos ao nosso auto-cuidado uma massagem vibracional celular através do som das taças tibetanas, descobrindo um estado de ser que altera as respostas físicas e emocionais ao stress?
Foi nesta base que criamos o programa de Sound Healing sem efeitos colaterais ou adversos, algo que é mais do que um evento mensal de taças tibetanas, é uma intervenção terapêutica estruturada a partir das valências de um sound healer especializado e da experiência clínica de uma psicoterapeuta corporal.

Conheça o programa aqui!

Fontes:

http://therapeuticsoundandwellness.com/scientific-research-for-music-and-sound-therapy/

http://www.strang.org/mitchell-l.-gaynor%2C-md.html

https://www.psychologytoday.com/blog/heart-and-soul-healing/201303/dr-herbert-benson-s-relaxation-response

Cardoso, A. J. S. (2010). A utilização da Música como coadjuvante terapêutico na Saúde Mental e Psiquiatria. Porto: Universidade Fernando Pessoa.

Sound Healing
Maria Bartolomeu
Maria BartolomeuPsicoterapeuta corporal. Formadora
Load More Posts
2018-02-03T10:54:22+00:00Fevereiro 3rd, 2018|Bem-estar, Desenvolvimento Pessoal, Maria Bartolomeu|