A nossa Felicidade Interna Bruta

A nossa Felicidade Interna BrutaOutro dia numa reunião com amigos falávamos de Inovação, de desenvolvimento, do país, de pessoas  e tropecei no conceito de Felicidade Interna Bruta.

Este conceito Felicidade Interna Bruta, lançado em 1972 pelo rei do Botão (pequeno país do Himalaia),  quando assumiu a coroa com apenas 17 anos, veio acrescentar aos quantitativos indicadores económicos (como o Produto Interno Bruto), indicadores qualitativos de Felicidade das pessoas.  O Rei acreditava que não era possível retratar verdadeiramente o  desenvolvimento de uma nação sem considerar todos este indicadores.

Felicidade  é para mim um termo, um conceito, uma forma de estar, de procurar, de ver,  de existir que me é muito caro. Procuro em cada olhar, em cada momento, em cada esquina, em cada amigo, em cada pessoa.

Acho extraordinária a visão de um jovem Rei,  que se apercebe da importância de integrar a Felicidade nos indicadores de desenvolvimento do seu país.  Um desenvolvimento assente em valores como a responsabilidade, a honestidade e a transparência.

No Botão a Felicidade Interna Bruta assenta em 4 pilares :

  • Promoção de um desenvolvimento sócio-económico sustentável e igualitário;
  • Preservação e promoção de valores culturais;
  • Conservação do meio-ambiente;
  • Estabelecimento de uma boa governança.

Destes 4 pilares  derivam 9 domínios de onde são extraídos os indicadores que permitem avaliar o nível de “Felicidade” do Botão.  

Escolhi   3 dos domínios pelo destaque que dão às relações e emoções, ao sentimento de pertença, à partilha de interesses e equilibrio trabalho/familia,   pela importância que têm para a  saúde mental de cada um de nós.  O Rei do Botão preocupava-se com  a Felicidade, o bem-estar e …  com  a Saúde mental do seu povo (digo eu).

O Bem-Estar Psicológico  avalia o grau de satisfação e de otimismo que cada pessoa tem em relação à sua própria vida. Que equilibrio ou prevalência existem entre as emoções positivas e negativas como os sentimentos de egoísmo, inveja, calma, compaixão, generosidade e frustração e qual o nível de stress e de saúde fisica e mental.

O Uso do Tempo retrata  a possibilidade que cada um tem de escolher como aproveitar os seus dias. Que equilibrio existe na dedicação trabalho /familia/ amigos, com toda a amplitude que cada um destes termos envolve e fundamentais para o bem estar percebido das pessoas.

A Vitalidade Comunitária foca-se  nas forças e nas fraquezas dos relacionamentos e das interacções na comunidade: a natureza das relações de confiança, de sensação de pertença, a vitalidade das relações afectivas e de segurança individual e comunitária e o nível de energia pelo contacto com outros e a partilha de interesses.

Acho que a nossa Felicidade Interna Bruta tem tudo a ver com saúde mental e com o que nos mantém no aqui e agora e na luta pela nossa felicidade.

Por muito que sejamos pessoas diferentes quando criamos imagens do nosso futuro colocamos sempre um rosto a sorrir.  É isso mesmo que cada um de nós,  à sua maneira,  ambiciona,  a Felicidade. 

Comece agora o seu projecto de Felicidade. Não se esqueça que este é um projecto que exige determinação e perseverança.

Comece por avaliar como estão o seu Bem-Estar Psicológico, o seu Uso do Tempo e a sua Vitalidade Comunitária.  Está satisfeito e otimista com as sua perspectivas de vida? Que emoções estão mais presentes no seu dia a dia: tristeza, inveja, raiva, alegria, curiosidade, amor? Que tempo dedica ao seu trabalho e família? Que actividades de lazer ou comunitárias tem? Qual a prevalência de emoções positivas ou negativas , de forças ou de fraquezas?

 Como pode, a pouco e pouco caminhar para a sua Felicidade Interna Bruta?

Se for capaz de aprender e de se adaptar será sempre  mais bem sucedido do que se atribuir culpas e se se retrair, se desperdiçar as oportunidades, se fechar a mente e o coração. Como dizia sabiamente Einstein “ se continua a fazer as mesmas coisas da mesma maneira porque espera resultados diferentes?”

Se está com dificuldade em alcançar a sua Felicidade Interna Bruta , se se culpabiliza, se vive angustiado, se se retrai perante as adversidades, se o seu bem estar , o seu uso do tempo e a sua vitalidade estão instáveis e desiquilibradas conte com a Equipa da Oficina de Psicologia. Seremos facilitadores do seu processo de desenvolvimento, de gestão da mudança e de bem estar psicológico.

Cristina Sousa Ferreira

Cristina Sousa Ferreira
Cristina Sousa FerreiraPsicóloga Clínica

Marque consulta comigo

Pretendo: (obrigatório)
Marcação de ConsultaInformações ou Reunião



Ao usar este formulário, concorda com o armazenamento e o gerenciamento dos seus dados por este site.

Mostrar mais Artigos
2018-08-01T19:36:14+00:00Agosto 9th, 2018|Artigos|
Translate »