Ansiedade Social

Com base nestas perguntas rápidas poderá ter uma ideia se a Ansiedade Social pode ser algo que o esteja a afectar. De salientar que não é possível nenhum diagnóstico sem uma avaliação personalizada por um profissional de saúde, pelo que os resultados são apenas um sinal prévio quanto à possibilidade de presença desta perturbação ansiosa.

A prevalência a 1 ano na Europa ronda os 2.3%, existindo diferenças significativas em diferentes áreas do mundo, no que diz respeito quer à prevalência, quer à apresentação desta perturbação da ansiedade. Contrariamente a muitas outras perturbações, surge com igual probabilidade em adultos, adolescentes e crianças. É mais frequente em mulheres – com um rácio de 1.5 a 2.2 mulheres para 1 homem.

Campos obrigatórios marcados com *

Deixe-nos o seu email, se pretender esclarecimento sobre os seus resultados

1.Sente medo/ ansiedade significativos ou evita uma ou mais situações sociais em que se sinta exposto à observação de outras pessoas (exemplos: conversar com pessoas, travar conhecimento com novas pessoas, ser observado a comer ou beber, fazer apresentações em público) *
2.O seu medo nessas situações é de que possa comportar-se de uma forma que seja avaliada negativamente, podendo ser humilhado ou rejeitado, ou ofender terceiros, ou sentir-se embaraçado? *
3.O medo ou ansiedade que sente nestas situações sociais é claramente desproporcionado face ao contexto e é consistente ao longo do tempo, durando há 6 ou mais meses? *
4.Esta situação de medo/ansiedade social ou evitamento de situações sociais tem impacto na sua vida profissional, académica ou social? *

2017-11-17T09:01:29+00:00Março 31st, 2017|Ansiedade social|

10 Comments

  1. Fernanda 14/01/2019 at 18:35 - Reply

    1/4.
    Porém eu não sinto necessidade constante de socializar, a cada mês eu me isolo de forma quase total dentro do quarto por uns 2 ou até 3 dias (sem pensamentos suicidas).
    Fico mais constantemente só por não ver necessidade em conversar com outras pessoas sem necessidade.
    É preocupante?

    • Madalena Lobo 14/01/2019 at 20:17 - Reply

      É, sim, preocupante. Por favor, reveja este seu comportamento, sob pena de se começar a sentir progressivamente mal. Procure um psicólogo, se o puder fazer.
      Abraço

  2. Edgar 29/12/2018 at 18:45 - Reply

    este tratamento(acompanhamento psicólogo) eu posso fazer através de leitura e reflexão ? é possível ?

    • Madalena Lobo 03/01/2019 at 18:35 - Reply

      Hummm… Não… A psicoterapia requer um mínimo de duas pessoas 🙂
      Mas a leitura e reflexão são importantes e passos a dar no seu desenvolvimento pessoal; não são é exclusivos de um processo terapêutico.
      Abraço

  3. Camila 24/12/2018 at 00:42 - Reply

    Qual a diferença de ansiedade social e fobia social?

    • Madalena Lobo 03/01/2019 at 18:37 - Reply

      Nenhuma. Fobia social era o nome anterior da ansiedade social.
      Abraço

  4. RAFAEL DOS SANTOS SILVA 29/03/2018 at 13:47 - Reply

    O que devo fazer?

    • Madalena Lobo 29/03/2018 at 15:25 - Reply

      Em caso de ansiedade social deve iniciar acompanhamento psicológico!
      Abraço,

  5. Lauren 07/01/2018 at 22:12 - Reply

    O meu teste deu 4-4 , o que devo fazer?

    • Madalena Lobo 21/01/2018 at 13:05 - Reply

      Procurar um psicólogo clínico que possa avaliar consigo se, de facto, tem uma perturbação de ansiedade social e, a confirmar-se, qual o plano de intervenção mais eficaz para si.
      Abraço

Escreva um comentário

Translate »