A carregar Eventos

É tão fácil enganarmo-nos, pensando que temos de resolver grandes “temas” e que só depois poderemos usufruir de bem-estar!

Porque, quando estamos mal, seja por qual motivo fôr, achamos sempre que a resolução tem uma magnitude tão grande como o incómodo: grande dor equivale a grande complicação na sua resolução. E isto é um engano! E não estou apenas a falar de assuntos, psicológicos ou não, que são bem mais rápidos e simples de resolver do que aparentam.

Do que estou a falar, acima de tudo, é da facilidade com que cada um de nós pode mudar o seu estado interno, criando clareza, serenidade e foco. Naturalmente que apenas a mudança para um destes estados não resolve seja qual fôr o problema que está a tentar resolver, mas o facto é que vai ter mais dificuldade em encontrar as soluções que pretende – e obtê-las – se não conseguir ter a tranquilidade e capacidade de raciocínio que são necessárias. Além disso, não há necessidade de manter um mal-estar sustido no tempo, quando basta um ou dois exercícios específicos para ficarmos num “bom lugar”. Tudo corre melhor quando a serenidade substitui o desespero ou as nuvens que nos toldam a vista!

Gerir picos de ansiedade e mal-estar

Este é um workshop em Lisboa, em que a teoria e as explicações ficam à porta. Vamos apenas estar concentrados em fazer os exercícios que depois possa replicar em casa, no trabalho, nas suas actividades do dia a dia. Veja quais os exercícios que seleccionei para si:

Reconhecer a linguagem do corpo

Um exercício rápido dos indicadores corporais que significam tensão emocional.

Mudar mal-estar geral

Exercício de coerência cardíaca (com uma demonstração em biofeedback), que permite eliminar rapidamente stress organísmico

Mudar mal-estar alojado no corpo

Exercício do feixe de luz que permite melhorar o desconforto físico específico e alojado numa dada parte do corpo

Esfriar emoções e interpretações impulsivas

Exercício de observação de todos os acontecimentos internos, que ajuda na percepção daquilo que se está a passar internamente, cria distância emocional e ajuda a parar escaladas relacionais

Exteriorização da atenção

Todo o mal-estar “puxa” o foco da atenção sobre si próprio: sobre o corpo e emoções e pensamentos. Conseguir aprender a exteriorizar a atenção é fundamental para reverter a espiral negativa que se põe em marcha quando a ansiedade, tristeza, stress ou qualquer sofrimento interno ataca. Por isso, teremos um exercício de grounding e um exercício de empatia activa.

Convocar um sentimento ou capacidade pessoal

Exercício de activação de recursos pessoais que permite “importar” do passado de cada um uma competência, qualidade ou emoção que seja necessária e contrarie o estado interno do momento (com EMDR).

Autocompaixão

Exercício simples para que as vozes de autocrítica não se imponham e atrapalhem o percurso pretendido

Gratidão

Quando fica dominado pelo negativo, uma boa forma de se reposicionar internamente é recuperar o sentimento de gratidão por aquilo que de positivo tem a sua vida. Mas não basta pensar “que bom que é…”. É preciso estabelecer contacto com a emoção subjacente e senti-lo – e é disso que trata este exercício com uma base meditativa.

Usar a memória para equilibrar

O cérebro está preparado para alinhar toda a experiência interna, o que significa que o mal-estar gera pensamentos negativos, que distorcem negativamente a memória e a percepção, o que gera mais mal-estar, que… E há uma forma simples de quebrar este ciclo quando ele começa!

Sair da impossibilidade

Quando se fica preso ao negativo, por vezes, faz-se uma escalada emocional, em que se salta de uma sensação de adversidade e impotência, para outra e outra e outra. Este é um pequeno exercício destinado a reverter este mindset com a abertura de escolhas pessoais, orientadas pelos seis P’s – o possível a combater o impossível.

Quem conduz?

Madalena Lobo
Madalena LoboPsicóloga Clínica; CEO OP
Psicoterapeuta, Formadora, Gestora

Inscreva-se já!

Envie-me um email, com o formulário abaixo, ou cative directamente um dos lugares disponíveis para si, na agenda deste workshop – atenção, se o fizer o seu lugar fica logo reservado e indisponível para outras pessoas.

Nº de inscrições:
123 ou +

Nota: Pagamento de 45€ por transferência bancária para o IBAN PT50 0018 0003 29983202020 10, ou por PayPal para a conta contacto@oficinadepsicologia.com, com envio de comprovativo, Nº de contribuinte e morada de facturação para info@oficinadepsicologia.com, antes da hora do workshop. Apenas pode ser reservado um lugar após envio de comprovativo.No caso de estar a fazer uma inscrição para mais do que uma pessoa, aplica-se o desconto respectivo mencionado.

Ao usar este formulário, concorda com o armazenamento e o gerenciamento dos seus dados por este site.

Traga 1 amigo também!

O seu investimento pode diminuir muito! Basta desafiar amigos, familiares, colegas de trabalho,… E, para todos, resultará muito mais económico, porque os descontos abaixo aplicam-se a todos do seu grupo!

+ 1 amigo

5
  • desconto

+ 2 amigos

10
  • desconto

3 ou + amigos

15
  • desconto
DGERT
Translate »