A carregar Eventos

Uma experiência transformativa

Esta é uma intervenção imersiva, experiencial e abrangente, de acesso e contacto com uma emoção problemática com utilização de diversos meios – escrita, desenho, pintura, colagem, etc – para a expressão dessa emoção.

Na segunda parte, os participantes são conduzidos ao longo de exercícios de visualização e de reflexão para aceder aos seus recursos internos que possam transformar essa emoção de uma forma adaptativa.

A intervenção termina com o acesso a uma expressão transformada da emoção que cada participante escolheu trazer e um ensaio sobre o que poderá ser o desenrolar futuro das situações que faziam disparar essa emoção.

O que vai acontecer?

Vamos dar espaço a uma emoção para que ela se transforme. Vamos dar-lhe chão, também, para que essa transformação venha de dentro de si, informada por aquilo que lhe importa verdadeiramente.

Mas que emoção? Qualquer uma que lhe ande a atrapalhar a vida:

zanga e os seus diversos tons: irritação, impaciência, indignação, revolta,…

ansiedade, e as suas derivações: angústia, receio, pressão, inquietude,…

tristeza, em qualquer um dos seus tons cinzentos

vergonha, culpa, embaraço, ciúme,…

As emoções que nos são desagradáveis geram em nós o instinto de evitamento: afogamo-las em actividades que nos permitem a distração, empurramos para debaixo do tapete, atiramos-lhe com tudo o que nos lembramos que as possa fazer desaparecer, reprimimos, atabafamos, fugimos.

Infelizmente, não resulta, pelo menos como estratégia de médio e longo prazo. Emoção que não é sentida é emoção que se fortifica e teima em voltar.

Por isso, é tão importante criar espaços protegidos em que possamos entrar em contacto com essas emoções, explorá-las, senti-las, expressá-las e, ao fazê-lo, deixar que elas evoluam para outras formas, nos ajudem a mapear novos rumos de vida e assim cumpram o seu objectivo.

Como nem sempre as palavras são o melhor veículo para expressar emoções, por serem pequenas demais para conter as suas muitas subtilezas de formas e cores, neste workshop cada participante irá ser desafiado a colocar no papel a vivência da emoção escolhida dentro de si, de uma forma gráfica, com recurso a diversos meios de expressão gráfica e plástica: aguarela, tinta acrílica, grafite, caneta de cor, colagem, gesso,… E desafiado a deixar que as palavras ou frases que lhe ocupam a mente tenham um lugar também nessa sua construção, num exercício de art journaling.

Mas não ficaremos apenas pelo contacto com as emoções e pela sua expressão. Porque o ser humano é grande e complexo, e um resultado emocional é composto por diversas parcelas, adicionadas em vários momentos, e indexadas internamente de acordo com construções que integram crenças e valores, conhecimentos, relações e conexões espirituais, iremos incluir exercícios de contacto com recursos internos e de reflexão individual. E, depois disso, voltaremos à emoção escolhida por cada participante e voltaremos ao papel, para uma nova expressão que, desta vez, será a expressão futura da emoção, com que a mente se comprometeu.

O que vamos fazer?

Teremos 6 horas intensas, mas divertidas e cheias de diversidade, no contexto de um pequeno grupo de trabalho, com todo o material incluído.

Onde está a emoção?

Partiremos de uma situação real, previamente identificada por cada um, onde a emoção que quer trabalhar esteja contida. Com essa situação presente, iremos ter um exercício de focagem atencional conduzida para uma exploração aprofundada da emoção, de uma forma sensorial e vivencial, que nos permitirá encontrá-la no corpo.

Este exercício será expandido com uma rápida localização da linguagem corporal que surge como reacção a diversas situações.

Objectivo: reconhecer a presença das emoções no corpo, e a sua linguagem somática muito própria, o que ajuda a identificá-las, e a fazê-lo correctamente.

Expressão gráfica

Com todo o material que terá ao seu dispor, e guiado apenas pela emoção que despertámos no exercício anterior, e que tinha escolhido como o seu objectivo de trabalho,  irá deixar que o estado emocional o conduza na criação de uma produção visual representativa da forma como esse estado emocional está a ser sentido por si e se organiza internamente.

De onde vem a emoção?

Se é uma emoção constante ou repetida na sua vida, terá uma história, que se foi acumulando ao longo dos anos. Por isso, primeiro faremos um exercício de float back, guiado apenas pelas sensações corporais, para encontrar as experiências mais representativas que compõem a sua história pessoal com esta emoção.

Expressão escrita

Porque as palavras também são importantes, terá uns minutos para escrever, de acordo com regras da escrita expressiva, sobre 1 ou 2 destas experiências passadas, para que o seu cérebro mergulhe mais profundamente no seu significado

Resumir a história da emoção

Depois de um exercício que permite tornar a emoção numa representação mais abstracta, há um momento reservado para produzir uma expressão visual, que incorpore as palavras escritas, também, e que seja a representação interna desta emoção e daquilo que a liga às experiências passadas.

A emoção no presente

Despertar a compaixão

Como a emoção escolhida é vivenciada como desagradável, depois desta expressão iremos fazer um pequeno exercício de compaixão e auto-compaixão, reparador e que abre o potencial de aceitação e disponibilidade emocional.

Se a emoção fosse um conselho de amigo?

O que lhe estaria a dizer? Faremos uma visualização guiada ao seu eu interno sábio, para obter respostas que estejam abaixo do patamar da consciência. E, logo de seguida, iremos construir mais um elemento visual que contenha os ensinamentos que obteve durante esta visualização.

O futuro da emoção

Visão periférica

Iremos encontrar outros recursos emocionais que coabitem com esta emoção e fazer dois exercícios: um de expansão somática e outro de expansão afectiva, com uma pequena meditação de gratidão.

Os valores que lhe traçam o rumo

E aumentamos mais um nível conceptual, acrescentando dimensões de maior abstração: os valores que o mobilizam e podem dar propósito à vida. Com dois exercícios de reflexão pessoal, irá poder enquadrar a emoção sentida num plano mais vasto que engloba a pessoa que é e quer ser e a marca fundamental que quer imprimir à sua vida e à memória que permanecerá de si.

Expressão escrita

Do visual para as palavras, acrescem níveis de estrutura interna, distanciamento crítico, abertura de raciocínio analítico e capacidade para incluir outras perspectivas sobre os temas. Por isso, iremos ter um exercício de expressão escrita, fluida, quase automática, sobre a forma como quer rentabilizar ou transformar essa emoção no futuro, em alinhamento com o que é verdadeiramente importante para si.

Expressão gráfica transformativa

Voltamos ao papel; às cores; aos elementos gráficos, palavras incluídas. Mas agora para projectar no futuro a situação que originava a emoção desagradável. Para descobrir como está a vivência emocional interna, agora que que lhe foi acrescentando camadas, explorando-a de outros ângulos. Para deixar que, no processo de a expressar, ela lhe surja transformada, diferente, enriquecida e, em vez de lhe subtrair satisfação de vida lhe possa acrescentar significado e gratificação pessoal. Amanhã será um novo dia!

O que traz e o que leva

Todos os materiais necessários estão incluídos nesta acção, para que não tenha de se preocupar com nada e possa estar totalmente concentrado na sua experiência transformativa interior.

No final do workshop, terá das páginas A4 de papel especial, com a sua expressão gráfica da emoção que trouxe e daquela que transformou para levar consigo pela vida futura. Que poderá optar por rasgar, claro, porque… mais uma vez, o importante é o processo que se irá desenvolver ao longo de 4 horas. O que irá, seguramente, levar consigo é este conhecimento sobre a caminhada que pode fazer para a sua expressão emocional, em casa, com a regularidade que entender,  num contexto seguro e tranquilo.

Quem dinamiza?

Madalena Lobo
Madalena LoboPsicoterapeuta e directora-geral da Oficina de Psicologia

É e não é

Este workshop é uma experiência pessoal. Uma vivência. Um espaço de contacto consigo e de reflexão. Uma exploração do seu mundo interior.

Não é um workshop de conhecimentos, em que lhe sejam dadas informações sobre factos. Não é uma oportunidade de aprender com alguém que sabe mais sobre um tema, porque o tema é uma emoção sua e ninguém sabe mais sobre as suas emoções do que você próprio. Mesmo que não saiba que sabe.

Neste workshop vamos produzir resultados que poderiam passar por artísticos (entre outros exercícios): criação gráfica e criação de textos escrito. Mas pensar que é um workshop de artes seria profundamente enganador.

Não estamos minimamente interessados na produção de resultados “bonitos”, “artísticos” (seja lá o que isso fôr…), equilibrados ou tecnicamente interessantes. No que estaremos interessados é na sua expressão livre da melodia interna que corresponde à forma como vibra uma emoção dentro de si. Estamos a trabalhar no processo e não no resultado, por isso, não tem de saber nada sobre expressão gráfica ou plástica, nem sentir que tenha qualquer jeito para isso.

Este workshop é um processo de análise e exploração, acesso e transformação, autoconhecimento e mudança. Tudo isto são marcas de processos psicoterapêuticos. No entanto, não é psicoterapia, ainda que seja um bom complemento de intervenções psicológicas, em curso ou terminadas, ou apenas uma oportunidade para dar uns passos no seu desenvolvimento pessoal.

Traga 1 amigo também!

O seu investimento pode diminuir muito! Basta desafiar amigos, familiares, colegas de trabalho,… E, para todos, resultará muito mais económico, porque os descontos abaixo aplicam-se a todos do seu grupo!

+ 1 amigo

5
  • desconto

+ 2 amigos

10
  • desconto

3 ou + amigos

15
  • desconto
DGERT

Inscreva-se!

Todo o material está incluído. Recomendo trazer roupa confortável e que possa correr riscos de ficar pintada às cores 🙂 De notar que, pelas suas características, este workshop irá ser realizado num atelier de artes plásticas em Lisboa.

Nº de inscrições:
123 ou +

Nota: Pagamento de 55€ por transferência bancária para o IBAN PT50 0018 0003 29983202020 10, com envio de comprovativo, Nº de contribuinte e morada de facturação para info@oficinadepsicologia.com, até 24 horas antes da hora do workshop. Apenas pode ser reservado um lugar após envio de comprovativo. No caso de estar a fazer uma inscrição para mais do que uma pessoa, aplica-se o desconto respectivo mencionado.

Ao usar este formulário, concorda com o armazenamento e o gerenciamento dos seus dados por este site.

Translate »