Oficina de Psicologia

 

Perturbação Obsessivo-compulsiva

Você tem POC?

As afirmações listadas referem-se a experiências que muitas pessoas têm nas suas vidas quotidianas. Assinale a frequência que melhor descreve O QUANTO essa experiência o PERTURBOU OU INCOMODOU ao longo do ÚLTIMO MÊS.

Nota: Este teste não substitui a avaliação efectuada por um profissional de saúde, sendo os resultados meramente indicativos da probabilidade de poder sofrer da Perturbação Obsessivo-compulsiva.


1. Já fui ficando com tanta coisa que os objectos que fui coleccionando me atrapalham fisicamente.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

2. Verifico coisas mais frequentemente do que o necessário.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

3. Fico incomodado se os objectos não estão na sua ordem ou lugar certos.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

4. Sinto-me compelido a contar (1,2,3,...) enquanto estou a fazer coisas.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

5. É-me difícil tocar um objecto quando sei que foi tocado por estranhos ou por certas pessoas.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

6. É difícil controlar os meus próprios pensamentos.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

7. Vou coleccionando objectos de que não necessito.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

8. Verifico várias vezes as portas, janelas, gavetas, etc.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

9. Fico incomodado se os outros mudarem a forma como tenho as coisas organizadas.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

10. Sinto que tenho de repetir certos números.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

11. Por vezes, tenho de me lavar ou limpar apenas por sentir que possa estar contaminado.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

12. Fico incomodado com pensamentos desagradáveis que me surgem contra a minha vontade. 

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

13. Evito deitar coisas fora por medo de que possa vir a necessitar delas mais tarde.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

14. Verifico várias vezes o gás, as torneiras e os interruptores depois de os ter desligado/fechado.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

15. Preciso que as coisas sejam organizadas de uma determinada forma ou numa certa ordem.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

16. Sinto que há números bons e números maus.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

17. Lavo as mãos com maior frequência e durante mais tempo do que o que seria necessário.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente

18. Frequentemente, tenho pensamentos maus e tenho dificuldade em livrar-me deles.

Nada

Um pouco

Razoavelmente

Muito

Extremamente